Cidade de Capela Nova (MG)
 

          HISTORIA: Em 1790, segundo o historiador padre José Vicente César, o Capitão João Antônio Henriques promoveu a construção da capela dedicada a Nossa Senhora das Dores, localizada atrás da serra da Pedra Menina, sendo freguesia de Queluz. Surge, desse modo, o arraial de Capela Nova das Dores ou, simplesmente, Dores. No entanto, consta no registro de Provisões, nas Ordens Régias e no Arquivo Eclesiástico de Mariana, o requerimento feito por Antônio dos Santos Couto, a fim de nomear o povoado como Dores da Pedra Menina. Quando se planejava a construção do templo na região, Capela Nova já era bastante populosa, com cerca de 72 famílias, em fins do séc. XVIII. Em 1856, foi criada a freguesia. Em 1864, a paróquia foi transferida para o arraial do Glória, com a denominação de Nossa Senhora do Glória, sendo restaurada em 1870. O decreto de 17 de dezembro de 1938 reduziu a denominação de Capela Nova das Dores para Capela Nova. Em 12 de dezembro de 1953, foi criado o município de Capela Nova, desmembrando-se de Carandaí.                            Fonte: Prefeitura Municipal de Capela Nova (MG).


  Volte para a página "Família Pereira da Silva"